Autor elenca 10 hábitos característicos de pessoas ricas

 Thomas Corley passou cinco anos observando concluiu uma lista de "hábitos de ricos", que nada mais são do que padrões de pensamentos. Será que, mesmo que não seja, você pensa como um?


  
Após passar cinco anos monitorando os hábios e atividades diárias de pessoas com alto poder aquisitivo, o administrador Thomas Corley reuniu suas conclusões no livro "Rich Habits: The Daily Success Habits Of Whealthy Individuals", no qual ele elenca o que chama de "hábitos de ricos".

Alguns desse "hábitos", segundo o autor, não passam de padrões de pensamento. "Eu descobri, em minha pesquisa, que pessoas ricas são muito mais otimistas", ele diz, por exemplo. "Eles praticam gratidão e veem a felicidade como um hábito", complementa.

Confira abaixo a lista do autor com 10 coisas que as pessoas ricas pensam/fazem. Em negrito, a conclusão. Entre aspas, em itálico, a frase sobre a qual as pessoas entrevistadas na pesquisa tiveram de se posicionar. E, mais abaixo, os percentuais de ricos e pobres que concordaram com a afirmação.

1. Acreditam que seus hábitos têm um grande impacto em suas vidas

"Hábitos diários são fundamentais para o sucesso na vida"

Pessoas ricas que concordaram: 52%
Pessoas pobres que concordaram: 3%

2. Acreditam no "sonho americano"

"O 'sonho americano' não é mais possível"

Pessoas ricas que concordaram: 2%
Pessoas pobres que concordaram: 87%

Segundo Corley, o "sonho americano" é a ideia de potencial ilimitado, que você pode moldar ao seu jeito.

3. Valorizam relacionamentos para crescimento pessoal e profissional

"Relacionamentos são fundamentais para o sucesso financeiro"

Pessoas ricas que concordaram: 88%
Pessoas pobres que concordaram: 17%

4. Amam conhecer novas pessoas

"Eu amo conhecer novas pessoas"

Pessoas ricas que concordaram: 68%
Pessoas pobres que concordaram: 11%

5. Pensam que economizar é muito importante

"Economizar dinheiro é fundamental para o sucesso financeiro"

Pessoas ricas que concordaram: 88%
Pessoas pobres que concordaram: 52%

6. Sentem que elas determinam seus caminhos na vida

"Eu acredito no destino"

Pessoas ricas que concordaram: 10%
Pessoas pobres que concordaram: 90%

7. Valorizam mais a criatividade, do que a inteligência

"Criatividade é essencial para o sucesso financeiro"

Pessoas ricas que concordaram: 75%
Pessoas pobres que concordaram: 11%

8. Gostam de seus empregos

"Eu gosto (ou gostava) do que eu fazia para viver"

Pessoas ricas que concordaram: 85%
Pessoas pobres que concordaram: 2%

9. Acreditam que sua saúde influencia no sucesso pessoal

"Boa saúde é essencial para o sucesso financeiro"

Pessoas ricas que concordaram: 85%
Pessoas pobres que concordaram: 13%

10. Estão dispostos a correr riscos

"Eu me arriscaria em busca de riqueza"

Pessoas ricas que concordaram: 63%
Pessoas pobres que concordaram: 6%

Fonte: www.administradores.com.br Com informações do Business Insider.

Cozinha ganha mais espaço com dicas simples de organização

Talheres precisam ser guardados próximos ao fogão; veja outras dicas
por Mariana Bueno


Não é exagero dizer que a organização interna dos armários responde por 50% da funcionalidade de uma cozinha. Das panelas aos talheres, todos os utensílios devem reunir a eficiência, a facilidade de limpeza. Segundo a personal organizer Vera Corradi, da OZ! Organize sua vida, para organizar tudo da melhor forma é preciso, primeiro, compreender a dinâmica da casa, os costumes e as necessidades de cada um dos moradores. “A geladeira, a pia e o fogão dispostos no sentido horário formam o triângulo maior. Assim, a pessoa na bancada (ponto de apoio para todas as atividades) pode, com uma simples meia volta, apanhar um ingrediente na geladeira para picá-lo na bancada e, então levá-lo para a panela, que está esperando no fogão”, explica.
Em relação aos utensílios, ela dá algumas dicas de como guardá-los da melhor forma, otimizando os espaços.
Louças e xícaras
Separe as louças, cristais e talheres do dia a dia daquelas que vão à mesa em ocasiões especiais. Xícaras e louças não devem ser empilhadas por motivo de segurança. No caso de falta de espaço, use uma prateleira no fundo do armário colocada na metade da altura e com a metade da profundidade. Aparelhos de jantar ou de chá de porcelana e para ocasiões especiais poderão ser guardados em embalagens organizadoras e de tecido, em lugares altos e de pouco acesso, pois serão usadas esporadicamente.
Talheres
Esses utensílios devem estar sempre perto do fogão, de preferência em gaveteiros com divisórias adequadas para cada objeto. Existem nos mercados diversos acessórios para organizar gavetas que ajudam na economia de espaço. Para utensílios como concha, escumadeira e colheres de silicone pode-se usar um pote de louça, vime e aço para acomodá-los em cima da pia, economizando assim uma gaveta para uso de outras peças.
Panelas
Devem ser organizadas por frequência de uso, isto é, as menos utilizada coloca-se embaixo e ao fundo e as de uso contínuo acima e à frente. Não há necessidade de muitas panelas. Um jogo é suficiente, levando-se em conta que teremos no máximo seis bocas no fogão. Frigideiras com diversos tamanhos ficam perfeitas quando empilhadas. Seguindo a mesma regra das louças, separe os utensílios que são usados esporadicamente, como panelas para feijoada, fondue, raclete, etc.
Potes de plástico e vidro
Devem ser organizados por tamanho e cor, com as respectivas tampas empilhadas ao lado. Não convém guardar os potes fechados para evitar cheiro.
Eletrodomésticos
Devem ser agrupados sempre junto com os seus acessórios. Por exemplo, a batedeira. Coloque seus utensílios em um saco de TNT e prenda junto à batedeira, para que na hora de fazer uma receita você não perca tempo em procurá-los. Podem ser guardados em gavetões ou prateleiras, dependendo do espaço existente.
Panos de prato e toalhas
Panos de prato, panos de pia e pegadores de panela também devem ter o seu espaço. Se você não tem uma gaveta disponível, pode usar um cesto de vime e ou até uma caixa que pode ser forrada com um tecido a seu gosto. Devem ser colocados um ao lado do outro para facilitar a visão e sua retirada.

Etiqueta em reuniões



Uma boa postura profissional é fundamental para a construção de uma carreira, e a reunião é um momento chave para você ver e analisar como as pessoas se comportam, ou como deveriam se comportar. Sendo assim, separamos algumas regrinhas básicas que não se deve esquecer para se sair muito bem na hora da reunião. Dá uma olhada:

- Chegue um pouco antes do início da reunião.
- Desligue o celular ou deixe-o guardado.
- Vista roupas adequadas para a ocasião.
- Tenha postura ao se sentar.
- Estude a pauta a ser abordada.
- Não converse durante a apresentação.
- Faça perguntas somente quando o palestrante autorizar.
- Não queira chamar atenção com perguntas.
- Respeite o ponto de vista dos outros.
- Aproveite a ocasião para fazer network.
- Aproveite para assimilar informações que possam contribuir para o crescimento profissional.

Fonte: www.portalrendase.com.br

Congelar e descongelar


Congelar é manter o sabor, a cor e o aroma do produto fresco no congelador






Regras básicas de congelamento:
- Quanto mais rápido o alimento for congelado e quanto mais devagar ele for descongelado, melhor será o resultado final.
- Sempre retire o ar de dentro das embalagens que serão congeladas, porque ele prejudica o congelamento.
- Identifique com uma etiqueta o nome do alimento, a quantidade e data do congelamento. Fica muito mais fácil saber o que está no potinho e se o conteúdo ainda é próprio para o consumo.
- Congele porções que possam ser utilizadas de uma só vez, para você não precisar descongelar tudo e usar apenas metade.
- Mantenha uma lista dos alimentos congelados. Assim, você não precisa abrir o congelador sem necessidade!


Nunca congele: Receitas à base de maisena, gelatina pura, maionese, claras cozidas ou em neve, gema crua, ovo cozido, vegetais crus, creme de chantilly, iogurte, folhas de verduras e frutas, banana e pêra d’água.

Descongelar é o processo que faz os alimentos congelados voltarem à sua condição natural.


Regras básicas de descongelamento
Não basta manter as propriedades dos alimentos enquanto ele permanece congelado. É preciso também estar atento para que o alimento não perca qualidade durante o descongelamento. Veja só o que precisa ser observado na hora de tirar algo do congelador:

- Para não prejudicar a qualidade dos alimentos, evite descongelar em água corrente.
- Vegetais congelados no processo de branqueamento podem ser imediatamente
refogados ou cozidos
- Molhos podem ser descongelados diretamente em fogo baixo.
- Os demais alimentos, incluindo carnes, aves, peixes, massas, bolos recheados e sobremesas geladas, devem ser retirados do congelador 24 horas antes do uso e
colocados na geladeira.
 
Fique atento às sugestões de tempo de armazenamento para congelados!
- Pães e massas: 3 meses
- Legumes e verduras: 12 meses
- Filé de peixe: 2 meses
- Carne moída: 4 meses
- Frutas: 9 meses
- Manteiga: De 3 a 8 meses
 

Vamos descartar corretamente!

Mudou a estação e seus sapatos continuam iguais? Antes de jogar tudo fora e correr para a loja mais próxima, que tal uma atitude eco? Doe seus sapatos e fique na moda com uma pegada muito mais leve!

Upcycle
O mundo dos "eco-friendly" sempre traz alternativas bacanas, até mesmo para os seus sapatos velhos! Se o que você quer são calçados com as cores da nova estação, com pouco dinheiro e muita criatividade você pode dar uma cara nova ao seu calçado velho. Se mesmo assim, não resistiu àquele modelo tentador... Não deixe de doar seus sapatos velhinhos!



Ainda útil

As roupas se desgastam, rasgam, desbotam e a gente acaba perdendo o interresse nas peças antigas após algum tempo. Mas o que pode ser inútil para um, pode ajudar o outro.

Doação e upcycle
Há diversas entidades assistenciais que coletam roupas antigas. Também existe a possibilidade de reformar sua roupa em oficinas. Resumindo: faça tudo, só não jogue-a fora.
Agora que você já sabe como descartar, a eCycle te ajuda! Quer saber sobre outros materiais? Navegue pela seção Recicle Tudo.


Torne suas reuniões mais produtivas

As reuniões estão no topo da lista de coisas que mais desperdiçam tempo no trabalho, e isso ocorre por serem muitas vezes mal preparadas e conduzidas. Corrigir o sistema de reuniões em uma empresa é compensador, mas não é fácil de ser feito. As reuniões, por sua natureza, envolvem muitas pessoas e mudar o comportamento dos outros é mais difícil do que mudar o nosso. Aqui estão dicas vindas da experiência de profissionais, para que você possa tornar as suas reuniões mais produtivas.




1 - Identifique o objetivo da reunião – reuniões sem um objetivo determinado parecem ser inúteis. Ao estabelecer um objetivo, seus participantes passam a vê-la com mais importância e o comparecimento é maior.



2 – Prepare adequadamente – Além de saber o objetivo da reunião, os participantes devem saber exatamente que informações precisam um do outro. Isto reduz o tempo das reuniões, e mais, os participantes não perdem tempo juntando informações de que ninguém vai precisar. Outra dica: as informações úteis para todos podem ser jogadas na Intranet da empresa para que possam ser lidas antes da reunião. Assim, os participantes já podem chegar com sugestões a serem discutidas.



3 – Mantenha a reunião sob controle – O presidente da reunião deve seguir uma agenda. As comunicações devem ser controladas para que o objetivo seja cumprido.



4 – Seja decisivo – As reuniões devem resultar em decisões e pontos de ação determinados. Em cada decisão tenha identificados:O que deve ser feito.Quem deve fazer.Quando deve ser feito.



5 – Distribua rapidamente a ata da reunião e mantenha as decisões tomadas – As atas costumam demorar de dois a três dias para serem distribuídas depois da reunião, o que pode fazer com que as decisões apresentadas não sejam reconhecidas pelos membros. Designe uma secretária para fazer as anotações durante a reunião e envie por e-mail ao final da reunião, desta forma os participantes poderão ler o que foi anotado, opinar e fazer as correções necessárias.